Qual a diferença do sorvete feito à base de água e do sorvete à base de leite?

Qual a diferença do sorvete feito à base de água e do sorvete à base de leite?

por | jul 15, 2021

Qual a história do sorvete?

A história do sorvete vem de milhares de anos, originalmente da China. Lá era feita uma sobremesa, mais parecida com o sorvete à base de leite que temos hoje. 

Os chineses faziam um doce de arroz com leite, e misturavam com gelo. Como o leite era bem caro nessa época, apenas a elite tinha acesso à iguaria.

Pouco a pouco, a receita começou a se espalhar, primeiramente na Europa, e depois em todo o mundo. O sorvete à base de leite virou uma verdadeira febre, e a partir daí foram sendo criados novos tipos de sorvete, como o sorvete com água, novos sabores, receitas diferentes e processos de produção e congelamento mais modernos e tecnológicos. 

Tipos de sorvete

Falando um pouco mais da história do sorvete, essa iguaria foi feita artesanalmente por muito tempo. Só depois que surgiram as técnicas de fabricação industrial e a sobremesa começou a ser comercializada em larga escala.

No Brasil, por exemplo, o sorvete chegou já em 1834, primeiramente no Rio de Janeiro, e foi feito de maneira artesanal por décadas. A produção industrial de sorvete teve início somente em 1941.

Ao longo do tempo, as pessoas faziam sorvete à base de leite e também sorvete com água. Mas você sabe a diferença entre esses dois tipos?

O sorvete com água é chamado de Sorbet. Ele não possui nada de gordura, ou seja, não são sorvetes à base de leite. Geralmente são utilizadas polpas de frutas. 

Já o Sherbet é um sorvete à base de leite, mas em menor quantidade, no máximo de 4 a 5% de gordura. Por causa disso são um pouco mais cremosos que o sorvete com água, como o sorbet.

Já aquela sobremesa mais popular mesmo, bem cremosa, é o nosso sorvete à base de leite. O leite é um dos principais ingredientes para a produção do sorvete, porque a gordura dele que dá a textura macia e cremosidade.

Como é feito o sorvete à base de leite?

Um bom sorvete tradicional precisa ser macio, cremoso, derreter na boca e ter um sabor incrível, não é mesmo? Para conseguir isso, é preciso que o sorvete passe por um processo de produção minucioso, que são essenciais para configurar as características desse doce que amamos tanto!

Na Qimel Sorvetes, nós fazemos o sorvete à base de leite. O leite, que contém a água e a gordura, estrutura a mistura ajuda a conservar o aroma.

O processo é feito a partir de etapas, que consistem na criação da base doce, cremosa e aromática. Essa base passa pela pasteurização, que é um tratamento térmico que elimina os micro-organismos que prejudicam a saúde e o próprio resultado final do sorvete. Essa é uma etapa essencial para sorvete à base de leite e derivados. Também serve para misturar melhor os ingredientes e conferir mais sabor.

A próxima etapa é a homogeneização que serve para deixar a mistura uniforme e macia, quebrando os glóbulos de gordura. 

Depois vem o resfriamento, onde, além de conservar o sorvete, são adicionados ingredientes extras, dependendo do sabor, como as caldas e pedaços de fruta.

Em seguida, temos a maturação, que serve para fixar o sabor e o aroma e melhorar a consistência e, por fim, o congelamento.

Parcialmente fluido, ele é colocado na embalagem determinada e depois é endurecido de forma adequada e armazenado nas temperaturas corretas para que não perca a qualidade e não se forme cristais de gelo.

E só aí ele é comercializado para chegar até você!

Ah, e durante todo esse processo, um fator fundamental que confere a cremosidade e maciez do sorvete à base de leite é o ar. Isso aí, o ar é um ingrediente muito necessário, injetado em meio as misturas que contribui para uma melhor sensação e suavidade quando consumido. O sorvete à base de leite possui entre 30 a 45% de ar incorporado na massa.

Por isso que muita gente que tenta fazer sorvete à base de leite ou sorvete com água em casa, acaba tendo um resultado nada parecido com o sorvete industrial. A mistura acaba ficando dura e com muito gelo. Na fábrica de sorvetes, o processo de incorporar ar evita esse resultado.

Viu como fazer sorvete à base de leite é uma arte? Aqui, na Qimel, é assim, um processo minucioso e detalhista, mas que vale muito a pena no final, afinal, é difícil achar quem resista a um sorvete cremoso, saboroso e que derrete na boca!

Outras Postagens